01 fevereiro, 2007

 

"Votei 45 e não me arrependo * "


 

Para quem já se esqueceu:

Em 2002, José Serra disputou a Presidência da República com Lula e perdeu. E perdeu de muito. Natural, para quem estava sendo apoiado pelo então presidente FHC, o sujeito responsável pela decuplicação da dívida pública brasileira, pelo aumento do desemprego e da criminalidade a níveis sem precedentes, pelo apagão e outras "heranças malditas".

Em 2004, Serra se candidatou à prefeitura de São Paulo. Os eleitores paulistanos, talvez os piores do mundo depois dos palestinos, elegeram o careca no primeiro turno. Era bastante óbvio que Serra queria usar a Prefeitura como trampolim político, depois de levar uma traulitada de Lula. Mas Serra prometeu que não deixaria a prefeitura antes do fim do mandato. Deu sua palavra. Do que vale a palavra de José Serra? Vejam o link.

Como é do conhecimento até do mundo mineral (plagiando Mino Carta), Serra saiu da prefeitura depois de 1 ano e meio dos 4 anos do mandato para que foi eleito. Deixou na prefeitura seu vice, um sujeito chamado Paulo Kassab, do PFL. Um vice, ilustre desconhecido, e do PFL. Nada mal, pra uma cidade que já foi governada em era recente por Maluf e Celso Pitta.

Os holofotes desceram sobre Kassab nas últimas semanas, quando ele e seu ex-titular, o agora governador José Serra, tiveram que dar explicações sobre a obra do metrô que desabou e engoliu 7 almas. E Kassab logo caiu nas graças do Youtube, depois de um comentário infeliz sobre os casais que estavam num motel à beira do buraco.

(*) - uma menina no Orkut substituiu o nome dela por esta frase. Uma graça...

 

 

Faça seu comentário aqui, se nada deu certo: Postar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?