30 julho, 2003

 

O SUBMUNDO DE NIKOLAS # III


 

(e-zine em permanente crise de identidade, perdido num lugar qualquer fora de sua época)


SUGESTÕES DE SLOGANS E LEMAS PARA O CONCORRENTE EM APUROS

- “Decifra-me ou foda-se!”

- “Supramundo: a maneira mais complexa já criada para se dizer nada.”

- “Supramundo - agora com texto e imagens! Mas se a imagem não abrir, a culpa é do seu navegador.”

* * OSdN * *

ERRAMOS

Conforme apontado pelo Supramundo, cuja principal pauta é vasculhar esta missiva atrás de pequenos deslizes, o autor da frase “posso não concordar com nada do que dizes, mas defenderei até o fim o direito de dizê-lo” é Voltaire, e não Rousseau. Ao contrário do concorrente metido a besta, que acha que pode resumir o pensamento de uma bicha francesa do século XVIII em uma frase, mesmo sem nunca ter lido porra nenhuma deles, o Submundo confessa sua humilde ignorância de não saber a diferença entre ambos, sendo esta a causa de ter trocado as bolas.

** OSdN * *

ONDE ESTÁ A CONVULSÃO SOCIAL?

Vim para casa correndo depois de ver, numa banca, a capa da Época desta semana, que desperta sua indignação contida gritando “CHEGA!”, alertando para a “convulsão social” que toma conta da Pátria Amada. A princípio, pensei que se tratava de um surto epidêmico de epilepsia; multidões inteiras, homens de terno e gravata a caminho dos seus escritórios, tendo convulsões em plena rua, se contorcendo e babando em calçadas sujas. Descobri depois que se tratava de uma sociedade inteira, e não apenas pessoas, em convulsão. Pela fresta da cortina de minha janela, contudo, ainda não vejo nada que me lembrasse uma “convulsão social”, uma Libéria, com pessoas se entregando ao caos em detrimento à velha ordem. Nada de donas de casa gordas saqueando supermercados, malucos a mil na contramão ou tiroteios a esmo.

Me angustia não achar esta tal “convulsão”, sinto como se ela estivesse me espreitando por trás do ombro, com o risinho sádico de um Freddy Kruger diante de sua vítima estúpida e, por isso mesmo, indefesa. Ao mesmo tempo, excita-me a possibilidade de viver em um mundo caótico, mas diferente; melhor que este estático “fim da História” de Fukuyama em que nos atolamos. Via das dúvidas, resolvi não sair de casa até a próxima capa da Época, se é que meu carteiro vai conseguir entregá-la em meio a esta “convulsão social”. Avisem-me se tudo não se tratar de um alarme falso, ou um truque barato para vender revista.


* * OSdN * *

DA SÉRIE “PERGUNTAR NÃO OFENDE”

O fotógrafo “La Costa”, assassinado no terreno da Volkswagen semana passada, era, para todos os efeitos, um free-lancer: não tinha qualquer vínculo empregatício com a Revista Época, apesar de na verdade trabalhar para ela. Será que a família vai receber alguma indenização dos Marinhos pelo “acidente de trabalho”?

* * OSdN * *

GOOD TIMES – OS CLÁSSICOS DO SUBMUNDO

Relembrar é viver, amigos. E viver é evoluir. Parece que era o Lênin que, confabulando com seus barbudos bolchevistas, lia ensaios escritos por ele mesmo anos antes e comentava, entre risos: “olha as bobagens que a gente escrevia...” Pois então, admirem o rancor nas palavras deste incendiário de outrora:


“SUGESTÃO PARA O DE OROZ – BARES QUE JÁ DEVIAM TER FECHADO”

“Um lugarzinho que jamais deveria ter sido aberto é o tal d’A Sala. É ali que pagodeiros, estrelinhas cruzeirenses, astros globais e outros VIP (Very Insignificant People) vão torrar uns 8 salários mínimos por noite (cocaína e ecstasy não incluídos). O mais pobre não sai dali sem gastar pelo menos 35 contos (25, para mulheres) em entrada e consumação, sem falar no táxi, que no caso de um bom proletário ZN deve sair por uns 100 paus, ida e volta. Às vezes acho que este país precisava mesmo é de uma boa revolução comunista...”

(Nikolas Spagnol, Carol # 18, Julho de 2001)


* * OSdN * *

O SUBMUNDO® RECOMENDA:

- PRO MÁUZI

- COCADABOA – Site independente de humor que se tornou conhecido por todo o País através do boca-a-boca virtual, em meio a uma Internet cada vez mais cooptada pelas mesmas mega-corporações do “mundo real”,. Modelo de inspiração de 10 entre 10 aspirantes ao estrelado internético (como o submundano aqui). O humorzinho deles, no entanto, é chulo e irresponsável, nada que satisfaça nosso gosto sofisticado e fino.

- PRA ZORÊIA

- MAZZY STAR – Desconhecida bandinha dos anos 90, especialista em baladas melosas de voz macia. Evitar ouvir aos depressivos inícios de noite de domingos, sob pena de crises de choro e saltos ornamentais do 12º andar.

* * OSdN * *

RECLAMES INFAMES

Uma leitora impaciente quis saber, afinal, que dia o SUBMUNDO ® seguirá a tendência de seus primos ricos de “meter o pau no governo”. Parafraseando aquele sujeito questionado sobre sua virgindade aos 35 anos: “meterei sim, logo que houver oportunidade.”

* * OSd * *

“ Pescador imbecil, falando sozinho o tempo todo. Mal sabe que alguém está vendo tudo.”

(o Peter do desenho “Uma Família da Pesada”, lendo O Velho e o Mar, de Hemingway)

* * OSd * *

Testemunhas de Jeová e vendedores de enciclopédia: twogalos@hotmail.com

Aguardem o próximo SUBMUNDO ® no mesmo bat-canal, mas não garanto o bat-dia e o bat-horário. O SUBMUNDO ® é como invasão de sem-terra, não tem hora pra chegar.

O SUBMUNDO DE NIKOLAS ® é mais uma criação genial de Nikolas Spagnol de Oliveira, insaciável leitor do Almanaque Sadol, técnico em conserto de TV preto-e-branca formado pelo Instituto Universal e premiado cantor de videokê. Todos os direitos reservados (o Rafael Montovani diz que o título desta missiva é de autoria dele, mas não acreditem).

 

 

Faça seu comentário aqui, se nada deu certo: Postar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?